MEMES

01 CEIA DE NATAL

Com o Natal batendo na porta, a ideia da postagem coletiva de hoje é uma adaptação do meme jantar literário, onde a gente escolhe personagens não apenas da literatura, mas do cinema e da televisão, para celebrar a data junto com a gente, de acordo com questões pré-estabelecidas – algumas inventadas por nós, outras tiradas do próprio meme. Como quem manda nessa porra sou eu, escolhi falar somente dos personagens das séries que assisto, mas fiquem livres para responder como quiserem (caso queiram entrar na folia também, é claro). Como diz minha amiga Anna Vitória, a lista está farofíssima. Enjoy.

1) Um personagem para preparar a ceia:
Monica Geller. Porque lógico, né? Sendo a chefe de cozinha maravilhosa que é e uma pessoa que sempre leva o Natal bem a sério, Monica seria a personagem perfeita para se responsabilizar pela ceia e manter todos os convidados super bem alimentados, enquanto tudo se mantém sob seu controle. Além disso, ela é o tipo de pessoa com quem eu adoraria bater um papo sobre a vida, o universo e tudo mais enquanto preparamos a sobremesa ou esperamos o peru assar.

2) Um personagem para ser o anfitrião:
Lorelai Gilmore (e a Rory de brinde). Sendo bem sincera, eu nem sei se a Lorelai seria uma anfitriã tão boa assim, pelo menos não no sentido mais óbvio da coisa. Se uma festa chiquérrima eu quisesse, seria muito mais seguro chamar a Emily. Entretanto, Lorelai tem a experiência com os eventos que organizava na pousada, fosse um casamento, um jantar, um aniversário ou qualquer outra coisa. Ela também foi a responsável pelo o que eu casualmente costumo de chamar de melhor festa do mundo, também conhecida como a festa de aniversário da April, aquela festinha com a qual qualquer menina de 12 anos já sonhou em ter na vida. Tenho certeza que, com Lorelai no comendo, teríamos uma ceia de Natal regada a filmes maravilhosos, presentes de montão, risadas infinitas e muito, muito amor e carinho. Se o Natal é a época de corações quentinhos, ninguém melhor do que Lorelai para fazer uma ceia que tenha um coração batendo com muita força o tempo inteiro.

3) Um personagem que pode causar uma cena:
Blair Waldorf. Precisei de meia hora pra pensar em alguém que pudesse se encaixar nessa categoria e até agora não sei se a Blair é a escolha ideal. Entretanto, se o Upper East Side é, por si só, o cenário perfeito para as cenas mais absurdas, não é difícil imaginar que a rainha do lugar tenha passado incólume por essa. Fosse com sua melhor amiga, Serena, ou com Chuck Bass, Blair já foi protagonista de várias cenas cabeludas que foram direto estampar as páginas da página da Gossip Girl. Além do mais, Blair é o tipo de pessoa que não deixa nada passar batido e não deixa ninguém sem uma resposta à altura. Ela arma pra cima daqueles que a incomodam sem nenhuma dó e arca com todas as consequências de ser quem é com um sorriso no rosto e a graça de uma princesa.

4) Um personagem para ser o Papai Noel:
Phil Coulson. O Coulson tem cara de pai. Pior ainda: o Coulson tem cara de pai legal, o tipo de pai que eu adoraria ter em uma realidade alternativa. Embora seja um agente da SHIELD, sériozão até a página dois, Coulson é um cara legal demais, que protege aqueles que ama com unhas e dentes, e que consegue ter cara de bonzinho mesmo depois de atirar em um monte de bandidos da pesada. A relação dele com a Skye reflete muito desse cuidado, que se estende também aos outros membros da sua equipe. Talvez por isso, eu o enxergue como o Papai Noel perfeito. Por mais que não seja divertido de um jeito óbvio, Coulson consegue ser engraçado do seu próprio modo, mas ao mesmo tempo incrivelmente gentil e cuidadoso, qualidades que acho essenciais para o bom velhinho.     

5) Um personagem que é super popular:
Logan Huntzberger. Um autêntico problematic fave desta que vos escreve, Logan é aquele cara errado que, com frases de efeito e o sorriso mais belo que já se teve notícia, consegue te convencer das coisas mais absurdas. Em outras palavras, é como descreveu menina Thay: Eu cairia na lábia dele sabendo direitinho o que tá acontecendo. 100% me representa. Numa ceia de Natal, Logan seria aquele cara que se dá bem com todo mundo, que flerta com todas as mulheres no recinto e deixa todo mundo encantado com tanto carisma.

6) Um personagem que ainda seja criança:
Eleven. Mas também poderiam ser todas as crianças de Stranger Things. A verdade, no entanto, é que embora eu ame muito toda a turma, podendo escolher apenas uma, eu não pensaria duas vezes em levar a Eleven pra viver esse momento. Depois de passar anos sendo tratada como rato de laboratório, ela merece viver tudo de melhor que a vida puder lhe proporcionar, e poucas coisas são tão especiais para crianças, de um modo geral, quando a noite de Natal. Queria enchê-la da melhor comida possível, de presentes incríveis e rodeá-la do carinho e amor que ela nunca teve antes.

7) Um vilão ou vilã que merece um pouquinho de compaixão:
Regina, também conhecida como a Rainha Má de Once Upon A Time. Não que eu morra de amores por ela, vejam bem. Mas acho que Regina é o tipo de personagem que, muito mais do que uma vilã com uma alma verdadeiramente má, ela só é uma pessoa que foi machucada demais ao longo da vida e que encontrou na vilania uma forma de se defender de um mundo que nunca havia sido gentil com ela. De todos os vilões que consegui lembrar, Regina é a única que eu verdadeiramente queria abraçar e convidar para se sentar numa mesa comigo e dividir uma boa refeição ao lado de pessoas queridas – ainda que o risco de alguém sair dali direto pro hospital por envenenamento fosse muito real, risos.

8) Um casal – não precisa ser romântico:
Peggy Carter e Edwin Jarvis. Porque por mais que eles não sejam um casal real, é quase impossível imaginar um sem o outro. Peggy e Jarvis se tornaram amigos por conveniência, mas a relação que os dois constroem ao longo das três temporadas que dura Agent Carter é uma das coisas mais preciosas de toda a série. Eles são companheiros, cuidam um do outro e são, principalmente, a prova de que homens e mulheres podem sim ser bem amigos, sem que exista um romance aí no meio.

9) Um homão da porra (risos eternos):
Oliver Queen. Nada como ter um homem maravilhoso sentado à mesa com quem trocar olhares entre uma garfada e outra de comida. Oliver Queen é o típico homão da porra que não apenas é um homão da porra, como é um homão da porra gente boa e que qualquer mãe ou avó vão suspirar e querer ter na família. Você gostaria de ficar pra sempre?, elas dirão, enquanto você se esconde atrás de um cacho particularmente grande de uvas #momentos.

10) Um herói ou heroína:
Kara Danvers, a Supergirl. A maior (e melhor!) super heroína que vocês respeitam. Eu queria ser amiga da Kara. Eu queria poder abraçar a Kara. Eu queria dar um presente bem maravilhoso pra Kara só pra ver ela sorrir aquele sorriso enorme, lindo e encantador que só ela tem. Sendo a pessoa mais poderosa no recinto (e a mais forte também), Kara seria a responsável por trazer o peru para o centro da mesa, só pra depois presentear todo mundo com um de seus sorrisos adoráveis antes de sentar no seu lugar.

11) Um personagem subestimado:
Padre Marcus. Acho que The Exorcist, por si só, é uma série bastante subestimada, mesmo com uma trama incrível e cheia de personagens incríveis. De todos, Marcus é o meu favorito – um amor que já começou na largada, quando eu descobri que quem o interpretaria seria o Ben Daniels, um ator que amo demais, demais, demais – e o tipo de pessoa com o qual eu adoraria trocar uma ideia – e eu juro, do fundo do meu coração, que vocês super deveriam amar também.

12) Um personagem de sua própria escolha:
Sam e Dean Winchester. Porque eu sou abusada e não vou escolher um só, risos. Não é uma surpresa que os dois estejam aqui. Sendo eu tão fã de Supernatural, era de se imaginar, afinal de contas, que os dois teriam lugar reservado na minha mesa. Eu quase consigo imaginar Dean se fartando com a comida, enfiando toneladas e mais toneladas de peru e farofa na boca, enquanto Sam troca uma ideia com Marcus sobre todas as coisas absurdas que eles já viram nessa vida. No final da festa, estariam todos reunidos ao redor da árvore, com as barrigas estufadas e o coração bem quentinho.

Previous Post Next Post

No Comments

Leave a Reply