MEMES

ALL I WANT FOR CHRISTMAS

Isn’t you, risos.

Já é uma verdade universalmente reconhecida que listas são o fraco de qualquer blogueira que se preze. Fora o fato de ser algo realmente divertido de fazer, elas são a solução perfeita para aqueles dias de pouco tempo e/ou inspiração, a salvação de blogueiras desajuízadas que se metem em ciladas com uma frequência duvidosa e depois não fazem a menor ideia do que fazer. Nos três anos que tenho esse blog, várias listas foram feitas sobre os mais diferentes temas e todas, de um jeito ou de outro, sempre me lembram de momentos muito específicos da minha vida, que podem ou não ter tido alguma relação com o tema em questão.

De todas as listas que já fiz, no entanto, wishlists nunca foram meu forte – talvez porque, desde que comecei o blog, minha relação com o consumo tenha mudado um bocado. Cinco anos atrás, quando eu ainda tinha um blog de moda pra chamar de meu (risos eternos), as wishlists eram muito frequentes e esbarravam na própria linha entre aquilo que era apenas a minha vida e o que virava conteúdo pro blog, justamente porque muitas dessas listas também estavam nos meus caderninhos, que ficavam comigo o tempo todo e me lembravam daquilo que eu gostaria de investir o meu dinheiro em, quando tivesse algum dinheiro. O negócio é que, aos poucos, eu comecei a perceber que meus desejos nem sempre batiam com aquilo que eu realmente precisava ou que era, de algum modo, relevante pra mim. Todo mundo tem os seus fracos, seja envolvido com moda em algum nível ou não, mas vocês percebem a diferença entre comprar roupas demais que você realmente usa e comprar uma porção de vestidos que nunca vão ver a luz do dia, né?

Além disso, ainda podemos contar o fato de que, ao contrário de outras listas, wishlists ficam muito mais bonitinhas quando acompanhadas de uma montagem igualmente bonitinha, com todos os desejos reunidos em uma só caixinha (?) – e aí só de pensar eu já sinto uma vontade muito real de sentar num canto e começar a chorar, tamanha a preguiça de abrir o Photoshop e reunir imagens, preços e links que no final só vão servir pra embelezar o blog, porque ninguém vai me dar nada mesmo, risos -, sem contar que, embora tenha sido um ano muito bom na minha vida e que eu tenha comprado bastante coisa, ele foi um ano mais fraco do que o normal nesse sentido – uma consequência da crise, é claro, mas também do meu próprio consumismo, que se antes era desenfreado e atirava para todos os lados, hoje é mais direcionado e trabalha de acordo com meus propósitos.

Como é Natal e eu já perdi a vergonha na cara mesmo, resolvi, então, fazer uma wishlist um pouquinho diferente: ao invés de criar uma montagem bonitinha para ilustrar e reunir imagens, preços e links, preferi fazer uma lista mais livre, com coisas que eu realmente preciso/quero ganhar, mas sem dar muito direcionamento, e tudo ilustrado com gifs e imagens aleatórias, porém bonitinhas, que já são características da casa. Não é como se eu fosse ganhar alguma dessas coisas, mas pelo menos vocês vão saber o que eu gostaria de ganhar nesse Natal, risos.

1. CAMISA JEANS


Eu nunca tinha notado o quanto precisava de uma camisa jeans até o dia que eu realmente precisei de uma camisa jeans, que servisse perfeitamente no meu corpo e não fosse algo emprestado – ou roubado, risos – de alguém. A que tenho hoje no meu armário foi um achado do armário do meu primo, que usou a camisa quando era criança mas que, de repente, se viu grande demais pra ela, que é de um modelo infantil. Por mais que ela sirva quase perfeitamente em mim e continue quebrando o galho em várias situações, os braços dela são muito curtos e  às vezes tudo o que eu quero é uma camisa jeans que vá até o pulso e que eu possa abotoar sem problema algum. Tenho gostado muito de usar camisas por baixo de suéter, com a golinha pra fora, e ter uma camisa com braços que acompanhem o suéter (e não que fiquem no meio do caminho) é fundamental.

2. BOLSA DA RORY NO REVIVAL


Ou seja, a bolsa mais linda do mundo. Não é exatamente uma novidade que Gilmore Girls tenha influenciado também meu guarda-roupa desde que comecei a assistir a série, que deu um tempo do jeitinho gótica suave de ser pra dar lugar aos vestidinhos com botinha e jaqueta, ou suéter com camisa e calça jeans (e ocasionais moletons) – meu jeitinho de trazer meu lado Rory Gilmore pra vida real. O revival, no entanto, foi a coroação de tudo isso, porque além de lukinhos maravilhosos, ela ainda me deu de presente a bolsa mais linda do mundo com a qual sonhar e desejar encontrar uma igual pra chamar de minha.

3. UMA FILMADORA


Pra uma estudante de audiovisual que vira e mexe está gravando alguma coisa e que pretende continuar gravando coisas mesmo após o fim da faculdade, é mesmo um absurdo que eu não tenha uma filmadora até hoje (mas vocês também podem chamar de falta de dinheiro, risos). É bem verdade que eu tenho uma DSLR, mas como ela não tem a opção de gravar (um vacilo pelo qual jamais irei me perdoar), só me resta comprar outra ou então torcer para encontrar uma filmadora legal e que não tenha um preço muito absurdo, já que pra fotografar a câmera continua funcionando 100%. Como vendê-la está fora de questão – é muito apego emocional, risos -, aguardo ansiosamente o dia que terei uma câmera nova – ou uma filmadora – pra chamar de minha e aí sim poder tirar todos aqueles roteiros, ideias e a promessa de um canal no Youtube do papel.

4. LIVROS, LIVROS, LIVROS

Quando a pessoa assume pra quem quiser ouvir que seu maior sonho na vida é ter a biblioteca de A Bela e a Fera, você sabe que livros sempre vão ser uma boa ideia de presente. A pessoa, no caso, sou eu, de modo que não preciso dar maiores explicações sobre o meu desejo de ganhar cada vez mais livros, mesmo que meu armário já esteja pedindo arrego. Atualmente, minha lista de desejos na Amazon conta com 160 itens até o momento, todos de preços variados e com temáticas igualmente distintas, ou seja, pra quem interessar possa, fica aí uma belíssima e preciosa dica, risos.

6. FÉRIAS


De todas as coisas que eu desejo ganhar nesse Natal, férias são, muito provavelmente, a mais importante delas. Porque eu preciso de férias, de preferência num lugar longe de Brasília e se possível, sem acesso a internet, porque eu sou absolutamente doente e sempre arranjo algo novo com o que me preocupar. Por mais que eu não esteja tendo efetivamente aulas no momento, é bem verdade que estar em casa nem sempre significa descanso, muito pelo contrário. Escrever, por si só, já é uma coisa que consome muito meu tempo, especialmente porque meu processo é completamente ineficiente e, por mais que eu ame profundamente o que faço, em alguns dias a sensação é a de que meu cérebro vai escorrer pelo ouvido a qualquer momento. Fora isso, as pessoas da minha casa têm o péssimo costume de acreditar que, só porque eu estou no meu quarto, na frente do computador – às vezes assistindo uma série ou um  filme – significa que eu não estou fazendo nada e pra eles, entender que esse é justamente o trabalho, muitas vezes implica longas conversas que matam um tempo enorme, sem contar que sempre tem alguém que vem pedir um favor que eu, sendo pisciana pra cacete, nunca sou capaz de dizer não. Por essas e outras, meu maior sonho no momento é ir para as colinas, me isolar do mundo com um livro e um estoque infinito de chá e chocolate quente, e vários moletons quentinhos por pelos menos umas duas semanas e depois voltar, porque em algum momento eu também sinto falta dessa maluquice.

7. VESTIDINHOS

Depois da fase shortinho e camiseta, é chegada a hora da pessoa que vos escreve ficar completamente obcecada por vestidinhos, infinitos vestidinhos, de preferência com uma pegada atemporal, desses que poderiam facilmente ter sido da sua avó quando jovem e continuam servindo perfeitamente pra você. Tenho uma pasta inteirinha no Pinterest que é dedicada só a guardar modelos de vestidos que pretendo mandar para a costureira (aka mamãe) (ou vovó) em algum momento da vida, nem que seja só pra ter no meu guarda-roupa, pois ocasião eu provavelmente jamais terei pra usar – infelizmente, quando o assunto são vestidos, eu continuo sendo totalmente esse tipo de pessoa. Bless my little heart.

Previous Post Next Post

1 Comment

  • Reply Manu 3 de dezembro de 2016 at 1:47 AM

    *Roubando seu board de vestidos e levando pra minha mãe fazer*
    Miga, férias realmente são também meu maior desejo de Natal, porém infelizmente não vai rolar. Tomara que dê pra você dar uma fugidinha marota pra algum lugar de paz, de preferencia um que te permita usar suéteres e blusinhas fofas com clima de Natal! E olha, se eu tivesse dinheiro juro que te daria uma filmadora, porque quero ver seus projetos tudo!!! Adorei saber que você tbm tem uma wishlist na Amazon (MELHOR SITE DA INTERNET, QUERO VENDER MINHA ALMA PRA ELES EM TROCA DO ESTOQUE) e esse sonho de ter a biblioteca da Fera eu também compartilho desde o tempo em que filmes da Disney eram novidade <3 Adorei a sua alternativa pra montagenzinha de wishlist, por favor, faça mais listinhas dessa pra gente trocar figurinhas sobre nossos consumismos. Eu curto muito esse tipo de lista porque depois de um tempo sempre olho e vejo o que eu quis comprar mesmo e fiz bom uso e o que era só fogo de palha ahhahahaha
    :*** <333

  • Leave a Reply