BOOKWORM

RETROSPECTIVA LITERÁRIA – 2014

Eu juro que tenho vergonha na cara – e se estou aqui, agora, me redimindo com esse texto deveras atrasado, é só porque eu tenho mesmo vergonha na cara e sempre cumpro o que prometo. Minha ideia era fazer essa retrospectiva em vídeo porque acaba sendo mais divertido e dinâmico, mas acabou que minha ideia não deu muito certo, de modo que, pelo menos por hoje, teremos que ficar com textão mesmo. E se reclamar tem dois (mentira). A retrospectiva foi toda inspirada no meme da menina Tary, do Doces Rodopios, mas com algumas modificações. Vem comigo!

LIVROS LIDOS EM 2014

O HobbitA Culpa é das EstrelasJogos VorazesEm ChamasA Estrela Mais Brilhante do Céu Zumbis x UnicórniosO Código da VinciAs Crônicas de Gelo e Fogo: A Tormenta de EspadasÉ Tudo Tão Simples

RELIDOS DE 2014

Harry Potter e a Pedra Filosofal Harry Potter e a Câmara SecretaHarry Potter e o Prisioneiro de Azkaban

1. O CASAL MAIS APAIXONANTE

A_CULPA_E_DAS_ESTRELAS_1383494915BJá começo com um super clichê, mas não posso resistir porque esse foi, de verdade, o casal mais amor de todo o meu ano literário (não que tenha tido muitos, hê). Hazel e Gus tinham tudo pra ser um casal erradíssimo, não porque são personagens errados, mas porque entraram num romance com final certo, e se isso não for uma cilada, não sei do que mais posso chamar. Mas mesmo com a certeza de um final que poderia ser tudo, menos feliz, os dois deixaram meu coração quentinho, me fizeram ver que a vida pode ser maravilhosa mesmo quando tenta ser cruel, e que romances adolescentes sinceros ainda são uma das coisas mais lindas que já se teve notícia.

A menção honrosa vai pra Katie e Conall, de A Estrela Mais Brilhante do Céu, um casal mais maduro, meio improvável e totalmente cativante. Torci loucamente pra que os dois ficassem juntos e (spoiler) não tiver grandes decepções nesse sentido. Obrigada, Marian.

200

2. SÓ MAIS UM CAPÍTULO (OU O QUE ME FEZ VIRAR NOITES)

Não sou boa em me controlar e quando curto muito uma história, sempre acabo virando noite lendo só “mais um capítulo. Os dois livros da trilogia Jogos Vorazes foram os mestres em me fazer dormir mais tarde do que seria considerado saudável no ano passado e juro que só não li o terceiro ainda porque ando meio relutante em admitir que não vou ter mais nada sobre pra ler depois. Particularmente achei o primeiro bem mais tenso e legal, mas o segundo também é ótimo e me fez ficar acordada na mesma medida, então vou considerar empate técnico entre os dois.

3. O CHORO É LIVRE

Eu não sou muito de chorar com livros, então foi uma surpresa quando peguei ACEDE e me vi chorando convulsivamente com o rumo da história de Hazel e Gus. Às vezes era um choro mais contido, mas por vezes precisei dar uma pausa pra respirar e me recompor, tamanho o descontrole do choro.

Outro que me fez chorar com força foi A Estrela Mais Brilhante do Céu, que tem uma história linda demais, que me surpreendeu em vários aspectos e tal qual ACEDE, tem uma mensagem linda que me fez ter um pouquinho mais de fé no universo, nas pessoas, na vida.

adele

4. O POLÊMICO

O_CODIGO_DA_VINCI_1244377694BO Código da Vinci foi uma pendência de anos que só fui resolver em 2014 e olha, muito bom que eu não tenha me deixado levar pelo preconceito que algumas pessoas têm com Dan Brown. Eu já tinha assistido o filme, então a história não foi bem uma surpresa, mas foi bem bom poder ler, conferir toda a ~polêmica~ na íntegra, e constatar que o livro é sim bem bom, mas que todo bafafá é bem besta – e que só existe mesmo porque põe o dedo na suposta ferida de um tema que já nasceu polêmico: religião. Nada que vá mudar minha vida ou mesmo as coisas que acredito.

Pra quem quiser saber mais sobre o que achei do livro, escrevi um pouco da experiência aqui.

4. O IRRELEVANTE 

É Tudo Tão Simples, da Danuza Leão. Tão irrelevante que eu sequer me lembrava que tinha lido, ainda mais no ano passado. É um livro bem despretensioso na maior parte do tempo e agradável de ler quando não se tem nada melhor pra fazer, mas em alguns momentos achei Danuza bem chatinha e cheia de frescura, em especial quando ela fala mal de coisas que a maioria das pessoas provavelmente ia achar o máximo, de modo que acabei ficando com a impressão de que ela estava cuspindo no prato que comeu, mas não quis julgar muito porque talvez seja uma peculiaridade do universo dela ou que vem à medida que amadurecemos (espero que não). De forma geral é um livro bem ok, dá pra dar algumas risadas e tal, mas é só isso mesmo.

5. A DECEPÇÃO 

ZUMBIS_X_UNICORNIOS_1409860345B

Zumbis x Unicórnios. Minhas amigas não aguentam mais me ouvir falar da merda de experiência que tive com esse livro, mas foi uma coisa tão traumática que sei lá, não consigo controlar. De fato acho que o problema maior foi que eu criei toda uma expectativa em torno de algo que visivelmente não era tudo aquilo, então fatalmente acabei me decepcionando. Foram muitos vídeos assistidos, infinitas resenhas lidas e tantos comentários elogiosos que sei lá, tive certeza que precisava desse livro na minha vida. Foi uma verdadeira novela pra encontrá-lo porque, aparentemente, todas as pessoas do mundo caíram na mesma cilada que eu, e quando encontrei não hesitei em pagar quase 60 dilmas só pra poder levar esse trem pra casa. Dinheiro mais mal gasto da vida, gente. Alguns contos são realmente ótimos e eu leria facilmente um livro inteiro sobre eles, mas a maioria é bem sem graça, com personagens nada cativantes e tramas que dão uma preguiça enorme. Fiquei decepcionadíssima com os contos de autores que eu amo (shame on you Meg Cabot e Garth Nix!!!!11!1), mas por outro lado foi bom conhecer o trabalho de autores que eu ainda não conhecia – o que, pensando agora, foi o único lado bom da experiência. A capa no entanto é bem linda então pelo menos pra dar uma decorada na estante esse treco vai servir. Não digo que “nooooossa, ninguém deveria ler”, porque né gente, uma galera leu e amou, então acho que é uma questão de gosto mesmo. Mas pra mim não rolou.

6. MORTE HORRÍVEL

A_TORMENTA_DE_ESPADAS_1307507300B

Não um livro ruim, mas terrivelmente cansativo com certeza, A Tormenta de Espadas, terceiro livro d’As Crônicas de Gelo e Fogo, foi bem um tormento mesmo. Risos. Intercalei momentos de leitura frenética com outros de pura preguiça e o resultado foram uns três ou quatro meses de luta com as quase 900 páginas de puro sei-lá-o-que. Não tenho uma opinião muito formada, mas me sinto uma guerreira por ter conseguido ler tudo e, especialmente, por carregar esse calhamaço pra cima e pra baixo na mochila da faculdade. Vlw, flw.

7. O MELHOR ♥♥♥

A_ESTRELA_MAIS_BRILHANTE_DO_CEU_1319217376B

Achei que seria dificílimo escolher meu livro preferido do ano, mas nos 44 do segundo tempo eu terminei A Estrela Mais Brilhante do Céu e tive certeza de que minha escolha não poderia ser outra. Eu já li muitos livros da Marian Keyes, muitos mesmo, e amo vários. Mas nenhum mexeu tanto comigo, me tocou de uma forma tão intensa e me fez chorar tanto – mesmo que não de tristeza. Não posso falar muito porque a graça da história acaba sendo um grande spoiler e mesmo eu, que assumidamente não ligo pra isso, acho que saber o que rola acaba perdendo todo o impacto nesse caso. Então o que eu posso dizer é que o livro é lindo, leve (apesar de tratar de assuntos pesados), e que termina com uma lição lindíssima que te faz acreditar que a vida é mesmo nosso melhor presente, ainda que viver seja por vezes uma merda. Leiam, leiam, leiam.

Previous Post Next Post

7 Comments

  • Reply Paloma 2 de fevereiro de 2015 at 1:33 AM

    Oi, Xará! Achei que eu era a única que só tinha lido ACEDE esse ano, tô me sentindo menos só no mundo agora. Mas acho que fora esse não tivemos nenhuma leitura em comum (nunca li nenhum dos outros — exceto HP, claro). Mentira, teve a série de Jogos Vorazes também, e ela me fez virar noites loucamente.

    Tenho os quatro primeiros livros de GoT aqui em casa me esperando, mas ainda não tive coragem de encarar (idem com meu box de LoTR). Alguma palavra de estímulo?

    Bom 2015 literário. Beijos <3

  • Reply Eu, Garota Anônima 2 de fevereiro de 2015 at 1:50 AM

    O Hobbit e As Crônicas de Gelo e Fogo <3
    #invejinha
    Acho que nem li dois livros em 2014 :@

    http://eu-garotaanonima.blogspot.com.br/

  • Reply Manu 2 de fevereiro de 2015 at 3:54 PM

    Adorei a sua retrospectiva, Ana! Inclusive, acho que vou roubar a ideia dela e fazer também, porque ficou legal demais! Que pena saber que o A Tormenta de Espadas foi o teu tormento, porque eu praticamente engoli o livro e pra mim ficou entre as minhas melhores leituras hahahahaha e Jogos Vorazes teve o mesmo efeito em mim quando eu li! E ah, teu layout novo ficou tao lindo! :D
    beijos, Ana! ;***

  • Reply Xará 3 de fevereiro de 2015 at 1:13 PM

    Xará, cheguei. Perdoe-me a demora para mimar, já que já tinha lido e só hoje lembrei que tava te devendo o mimo, hihi. Amiga, achei que você tinha lido ano passado “O duque e eu”, mas pelo visto foi esse ano. E ah, você ai acabar lendo mais em 2015 porque eu vou te pentelhar para bichar um monte de troço e acabar com várias pendências, me ame. Peguei enjoo de Marian Keyes, mas você tá falando tão apaixonadinha de “A estrela mais brilhante do céu” e ainda colocou ele como “melhor do ano” em um ano que teve ACEDE na disputa que fiquei até curiosa!
    Beijos beijos <3

  • Reply Lilica 3 de fevereiro de 2015 at 4:35 PM

    Xará eu amo Marian Keyes e, inclusive, dei esse livro para uma amiga querida. Mas eu nunca li.Vou colocar na minha listinha de Desejados, porque pelo visto ele é bom mesmo né? Adoro o jeito que ela escreve!

    Falar sobre a Culpa é das Estrelas é chover no molhado né. Esse livro é incrível do começo ao fim e poderá ser relido a qualquer momento!

    E o livro da Danuza tb achei meio sem graça. Tipo aquele livro que vc lê e no final pensa: podia ter passado sem essa! Ahahaha.

    Dos que você citou, só li esses. Mas vale lembrar que Código Da Vinci foi o único filme que me fez dormir no cinema! Dito isso, acho que devo fugir do livro né?

    Beijão

  • Reply Ingrid A. 6 de fevereiro de 2015 at 1:44 AM

    olha ja pode sair dessa molesa de postar só no dia primeiro e voltar pra bologsfera pq TE MARQUEI EM OUTRA TAG! E TAG MUSICAL MANAAAAAAA! cola lá no blog do amor <3

  • Reply Gabriela 6 de fevereiro de 2015 at 3:09 AM

    Oi Ana, eu adorei o seu blog, acredito que eu já tenha comentado aqui antes mas mesmo assim, é uma escrita tão leve e despretenciosa, aliás, blog pra mim é isso, escrever sobre tudo o que a gente quiser… filmes, roupas, músicas, sentimentos, medos e mais. Um beijo!

  • Leave a Reply