CINEMA E TV

TAG: VICIADA EM SÉRIES

Juro que não quero transformar esse blog num amontoado infinito de tags, mas é quase impossível resistir quando vejo alguma dando sopa por aí. Juntem meu apreço por essas perguntas randômicas ao fato de que, nos últimos dias, tem sido simplesmente impossível escrever alguma coisa que preste e temos mais um motivo que me leva a não ignorar essas perguntas muitas vezes triviais, mas altamente divertidas que a gente vira e mexe encontra por aí.

1. Qual a sua série favorita?
Muitos dirão Friends, outros dirão Doctor Who ou ainda HIMYM. Eu sigo firme e forte, na alegria e na tristeza, na saúde e na doença com os irmãos Winchester e afirmo sem vergonha nenhuma que Supernatural é minha série preferida. Até pouco tempo atrás, confesso, eu nunca tinha parado pra pensar que Supernatural fosse, de fato, minha série preferida. Mas por mais que eu acompanhe uma quantidade insana de histórias completamente diferentes, e por mais que vira e mexe eu me derreta toda por algumas tramas, nenhuma me cativou de uma forma tão intensa como Supernatural. É um desses casos de amor que, por mais que o universo conspire contra, sempre vai dar certo. Não importa quão sofríveis as temporadas estejam, nada é capaz de colocar um ponto final nessa relação.

anigif_enhanced-buzz-20011-1377532810-39

2. Qual série você indica para todo mundo?
Não diria pra todo mundo porque sou dessas que indica série de acordo com os gostos pessoais de cada um, mas Hannibal e The Following são, normalmente, as que eu fatalmente acabo indicando com mais frequência. Os motivos são muito variados. Já indiquei The Following pra uma amiga só porque ela era apaixonada por Edgar Allan Poe, assim como Hannibal já foi indicada pela sua fotografia que eu, particularmente (e leigamente), curto pra caramba. As duas tem em comum a temática, policiais, serial killers, muito tiro, porrada e bomba; mas a abordagem é completamente diferente. Amo muito as duas e acompanho com dedicação, mas a última temporada de Hannibal me deixou completamente sem chão, o que tem contado uns pontos extras pro seriado.

3. Qual série tem o melhor figurino?
Pensei em dizer Game of Thrones, que tem um figurino inquestionavelmente espetacular. Acho lindo os vestidos longos e só não digo que adoraria viver naquele universo tão peculiar porque temo pela minha cabeça. Porém, fiquei aqui pensando com meus botões e cheguei a conclusão que, se tem um figurino que eu realmente curto pra caramba, desde sempre, esse figurino é o de Arrow. Ele não tem nada assim de espetacular, como GoT e produções como o Grande Gatsby, e as roupas dos heróis são daquelas que todo mundo tá cansado de ver, com muito macacão colado e máscaras pra dar e vender. Mas a parte ~vida real~ da série é um festival de roupas bacanas e looks altamente inspiradores, com uma dose de riqueza de outro planeta. Não é uma inspiração meio inválida, como Gossip Girl ou Sex And The City que faziam brincadeiras muito bacanas com as peças, mas que não funcionam tão bem na vida real. Apesar da dose de riqueza que está para minha realidade assim como heavy metal está para pagode, tudo parece tão usável e possível que é difícil ignorar.

4. Qual foi a última série que você assistiu? 
Arrow. Assisti o primeiro episódio da terceira temporada essa semana e, gente, que episódio! Já começou com muita emoção, desenrolando mil coisas, trazendo infintas novidades e terminou de um jeito tão inesperado que sei lá, foi um tapa na minha cara. Me seguro pra não dar spoilers, mas posso adiantar que fiquei completamente desnorteada. Foi um final triste, porém incrível como só finais tristes, porém incríveis, conseguem ser. Não chega a ser nada assim tão poético, mas não deixa de ser maravilhoso.

5. Já ficou triste com o final de alguma série?
Ficar triste com o fim de alguma coisa que por vários anos fez parte do seu dia-a-dia é muito natural. Por mais que eu odeie o fim da maioria das series finale que já assisti, sinto uma saudade absurda das tramas, dos personagens e de todo o universo que acompanhei por tanto tempo. Nenhuma série, no entanto, teve um final que me abalou tanto quanto o fim de Breaking Bad. Eu comecei a assistir a série depois do boom, num ritmo às vezes lento, às vezes frenético, mas acabei viciada como todo mundo que já se meteu nessa cilada. Nada, no entanto, seria suficiente pra me preparar para um final daqueles. É claro que eu li spoilers e é claro que eu já tinha uma ligeira noção do que me esperava, mas nada se compara à experiência de ter vivido aquele desfecho. Foi um murro no meu estômago, que me fez chorar por dias seguidos e tudo isso porque foi espetacular. Não mudaria absolutamente nada ali.

6. Qual personagem você gostaria de ser? 
Felicity Smoak, de Arrow. Ela não é rica como a Thea, nem mocinha como a Laurel, muito menos bonita como a Helena ou corajosa como a Sarah. Mas juro que se ela não for a personagem mais legal dessa série, eu realmente não sei quem é. Felicity é super inteligente, entende de coisas absolutamente sensacionais e que eu invejo horrores, e tem um humor tão espontâneo que é impossível não querer ser ela. Ela é linda, mas de uma maneira pouco óbvia, se veste muito bem e também é extremamente corajosa – e nem precisa ficar saltando por aí em um collant apertado para provar isso. Sem querer desmerecer a Sarah, claro. É uma personagem que tem crescido muito ao longo da trama e eu fico feliz em ver ela roubando a cena em momentos importantes.

anigif_enhanced-buzz-7751-1374688705-13 (1) (1)

7. Qual série você tem vontade de assistir? 
Girls. Minhas amigas já se cansaram de me recomendar essa série, e eu juro que só não assisto por pura falta de tempo, porque o interesse é enorme. Prometo que resolvo essa pendência nas férias. Prometo.

8. Qual série você não tem vontade de assistir? 
Eu ia falar Revenge, porque de fato nunca tive muito interesse na vingança da moça lá. Só que quando eu comecei a escrever esse post, percebi que apesar da falta de interesse, eu daria uma chance pra Revenge, coisa que certamente não aconteceria com outra série que nunca figurou na minha lista de ~séries a assistir~ (sim, essa lista existe): Glee. Não é nem que eu não goste da cantoria, porque algumas músicas que rolaram por lá vieram parar na minha playlist pra nunca mais sair, o lance é só que eu não consigo entender qual a graça de tudo aquilo. Odeio falar do que nunca experimentei, mas é algo que não me chama atenção de forma alguma. Fãs da série, desde já, me desculpem.

9. Você já assistiu alguma série só por assistir? 
Faço isso com uma frequência maior do que gostaria e só posso culpar a falta de tempo absurda, que me impede de acompanhar com dedicação todas as séries que eu gostaria. É uma pena, mas pelo menos eu não posso dizer que não sei absolutamente nada sobre Friends, Castle, The Big Bang Theory e outras tantas séries que assisto no modo randômico.

10. Pense em alguém, diga o nome dessa pessoa e fale uma série que vocês gostam em comum.
Vai ser meio sem graça, mas quando falo em séries só consigo pensar no Gui, que é meu eterno companheiro nesse quesito (e em muitos outros) no metter what. Assistimos algumas séries separados porque a vida é curta demais pra a gente depender desse tanto um do outro, mas a grande maioria assistimos juntos. Arrow, The Following, Hannibal, Supernatural, Game of Thrones, The Walking Dead, só pra citar algumas das que a gente acompanha nas horas vagas :-)

Previous Post Next Post

4 Comments

  • Reply Fernanda 21 de novembro de 2014 at 1:26 AM

    Aviso que curti a tag e vou roubar já, hehe.

    Hannibal ♥ Tenho uma lista de seriados que preciso atualizar e mais uma lista de outros que tenho vontade de ver e a vida não tá fácil pra ninguém pra conseguir essa proeza. Curti essa The Following que você citou, acho que vai ser mais uma pra lista dos ‘quero ver asap’, hahaha.

    Beijos!

  • Reply Carol de Castro 22 de novembro de 2014 at 12:12 AM

    Que tag maravilhosa! Das séries que você citou eu adoro Hannibal, mas por algum motivo eu empaquei no começo da 2ª temporada o mesmo acontece com Following, mas esse eu estou na 1ª temporada mesmo ): Não sei o que acontece, tem umas séries que eu adoro, mas simplesmente empaco e não consigo mais seguir em frente ;;

  • Reply suuh 22 de novembro de 2014 at 2:08 AM

    OMG OMG como sou apaixonada por séries <3 porém também não quero transformar meu blog só em posts de tags, porééémmm também não vou aguentar sem responder essa, pois o vício é demaisss. <3
    Também amo Hannibal e a segunda temporada (especialmente a season finale wtfff) me deixou no chão e não sabendo lidar, e The Following ainda não terminei a segunda mas tô achando meio b viagem, o que é uma pena pois tinha MUITO potencial e a primeira temporada foi amor <3
    Cê já assistiu Stalker e Criminal Minds? Indico mt por motivos de: crimes, terror psicológico, psicologia dos assassinos <3

    Beeeijo.

  • Reply Amanda Salinas 25 de novembro de 2014 at 11:57 AM

    Adorei a tag *-* Também curto um monte de séries e muitas vezes é difícil escolher a minha preferida. Por enquanto, tenho quase certeza que é Hannibal, porque Hannibal é o cara seja onde for (livros, filmes, séries). E a fotografia é maravilhosa mesmo.
    The Following eu ainda não assisti, mas já foi pra lista dos próximos. Adoro séries com psicopatas, serial killers, etc. haha

    Beijos

  • Leave a Reply